Tuesday, November 10, 2009

TACA PEDRA NA GENI....

De tudo que é nego torto
Do mangue e do cais do porto
Ela já foi namorada
O seu corpo é dos errantes
Dos cegos, dos retirantes
É de quem não tem mais nada
.
Dá-se assim desde garagem, na cantina
Atrás do tanque, no mato
É a rainha dos detentos
Das loucas, dos lazarentos
Dos moleques do internato
E também vai amiúde
.
Com os velhinhos sem saúde
E as viúvas sem porvir
Ela é um poço de bondade
E é por isso que a cidade
Vive sempre a repetir
.
Joga pedra na Geni
Joga bosta na Geni
Ela é feita pra apanhar
Ela é boa de cuspir
Ela dá pra qualquer um
Maldita Geni


Devido a um técnico mal intencionado, estou meio distante do meu computador .
Visitas serão posta em dia em breve ( assim espero).

2 comments:

HSLO said...

Brilhante amigo...

abraços


Hugo

Poeta Mauro Rocha said...

Certíssimo!! Um abraço!!