Tuesday, October 6, 2009

Rabiscos e traços










Estamos aos pedaços.
Desenhos faltando uns traços.
Vidros quebrados.
Estilhaços.

Lembranças, lapsos.
Somos um tanto relapsos.
Não somos feitos de aço.
Eu acho.
O tempo é escasso.
Por que tanto cansasso ?

Não sou palhaço.
Mas esculacho.
No estreito, eu me agacho.
Os meus rabiscos, eu mesmo traço.

3 comments:

Poeta Mauro Rocha said...

Bacana seu poema e concordo com o rabiscos e traços.

Um abraço!! E tenha um ótimo fim de semana e feriado.

paula barros said...

Sempre acho que a poesia diz muito, diz muito mais que o leitor pode compreender. E assim senti esse seu traço desenhado em poema.

abraços

Raphael Rap said...

Traçando lembranças para que os relapsos não esvoacem.

Muito bom cara.