Friday, October 24, 2008

Horizonte



Sobre esse horizonte... minha inspiração bebe, faz dela fonte.

Bom seria se houvesse um atalho, uma ponte.

Meu coração velejando onde o azul é mais azul, longe.

Minha alma é livre, nada esconde.

Minha reza é pura, um monge.

Mas cá estou eu, só Deus sabe, onde!

Creditos da foto, Paula Santos.

9 comments:

paula barros said...

E hoje o que digo desse menino Zek, serelepe?

Que mente criativa. Suas palavras me fizeram voar nesse horizonte.

Num barquinho azul.
Rumo ao infinito.

Poeta, suas palavras sempre cheias de emoção, brotando da alma.

beijos

Juarez Carvalho said...

Sim, o blog é autobiográfico.

paula barros said...

Zek
Fiquei impressionada como você ver o horizonte, através dele, e além dele.
Você voa longe e irá muito longe. E não estou falando agora do post, entende?
Não era a toa que eu via o menino e via o homem maduro.
Torço pelos seus vôos...muito além do horizonte.

boa sorte.
beijos

Mony said...

Muito tempo sem aparecer por ak ...
sempre me supreendo com as coisas que leio

beijos

Poeta Mauro Rocha said...

Horizontes perdidos e mente criativa faz de você um escritor e tanto.

Um abraço!!

Allana said...

livre... pensamentos..vontades.. o azul .. que sempre seja permitido voar... para novos horrizontes

Allana said...

add a favoritos vc no blog

Carla said...

perfeito este horizonte onde reina a inspiração
beijos

Raphael Rap said...

Uma reflexão boa, afinal a quantidade de informações que podemos tirar do simples horizonte é inimaginável...