Friday, November 7, 2008

Para se defender.
Morde
Até a ultimo gota.
Torce.
Para caminhar feliz.
Sorte.
As feridas do caminho.
Corte.
Aos olhos de crentes e ateus.
Forte.
No fim da jornada é inevitável.
Morte.
Nesse mundo de meu Deus.
Meu norte.

7 comments:

Allana said...

verso rapido simples, objetivo e real

GUILHERME PIÃO said...

Gostei, simples e direto.
Abraços

paula barros said...

Um poema diferente na forma do construir. Onde li, na minha visão, a saga da vida.
Fico sempre encantada ao ler você. Uma caixinha surpresa.
beijos, bom domingo.

Vinícius Aguiar said...

Muito boa a aliterção... parabéns!

Jamille Lobato said...

Das voltas que a vida dá, e do que ela nos traz (ou não), no final, o fim, ou a morte, é inevitável.

Andréia said...

adorei o post! ficou criativo e muito legal!

[ rod ] said...

As jornadas que vem e se vão são as diretrizes da vida..

Retornei moço e vim te convidar:



Venha conferir o início de tudo.

Venha sentir o gosto dos meus...

Traga também os seus.

O antigo blog O AveSSo dA ViDa agora se chama dogMas.


dogMas...
dos atos, fatos e mitos...

http://do-gmas.blogspot.com/